Páginas

Translate

mapa

translator

contador

ClustrMaps

ENOBLOGS

quarta-feira, 3 de junho de 2015

A FESTA DAS VELAS VOTIVAS EM BAGÉ - I

Cláudio Antunes Boucinha [Licenciado em História (UFSM). Mestre em História do Brasil (PUCRS)].

A festa de Nossa Senhora Auxiliadora, no dia 24 de maio, é um momento em que acontece um fato dos mais inusitados e particulares da localidade: o espetáculo das velas votivas, clara manifestação de devoção do povo aos seus santos que são expressões fundantes  da espiritualidade da comunidade bageense.

No mundo ocidental, são várias as manifestações culturais que envolvem o simbolismo da vela e a religiosidade, conforme o Escrito por Erin Ringwald, traduzido por Mariana Yonamine:

Período colonial dos EUA. Nos tempos coloniais dos EUA, a vela era colocada na janela durante as festividades de final de ano para representar a família esperando para receber um membro ausente de volta para o aconchego do lar.
Irlanda. Na Irlanda, a vela remete à noite em que Maria e José procuraram um lugar para o menino Jesus nascer. Ela simboliza o acolhimento de viajantes em lares irlandeses durante a temporada de Natal.
Áustria. A tradição austríaca conta sobre um sapateiro e sua esposa que colocavam uma vela em sua janela todas as noites para acolher os viajantes cansados ​​durante o período de guerra. Todo mundo na cidade sofreu grandes perdas, enquanto o casal prosperou. Uma noite, todos os habitantes da cidade decidiram colocar velas em suas janelas, e no dia seguinte chegou a notícia de que a guerra tinha acabado.
Religião. As velas eram colocadas algumas vezes em janelas de igrejas e casas para simbolizar a presença de uma cerimônia religiosa no local.
Bagé. No dia 24 de maio, as janelas da cidade gaúcha de Bagé são iluminadas por velas em homenagem à padroeira da cidade, Nossa Senhora Auxiliadora, desde a década de 40, ideia de um padre para evocar a paz em tempos de guerra. A tradição foi reforçada pelo concurso "Janelas de Maio", lançado pela prefeitura para premiar a decoração mais bonita em homenagem à santa”. História das velas na janela Escrito por Erin Ringwald | Traduzido por Mariana Yonamine.

Na Dinamarca, as janelas  permanecem iluminadas com velasc04ea3623c4b4f1d8580318b5ed4da4f_20150503152834A_m.jpg  à noite do 04 de maio para comemorar o fim da Segunda Guerra Mundial, em 1945:


Den 5. maj klokken otte om morgenen trådte den tyske kapitulation i kraft, men Danmark vidste allerede besked aftenen inden. Den 4. maj 1945 klokken 20:35 viderebragte den tidligere medarbejder ved Pressens Radioavis Johannes G. Sørensen, der var speaker ved BBC's danske redaktion i London, den glade nyhed om Danmarks befrielse. Denne aften rev danskerne deres mørklægningsgardiner ned, og mange satte stearinlys i vinduerne, for at udtrykke, at de fem forgangene år med mørke om aftenen og natten var slut. Denne tradition har lige siden holdt ved, og vindueskarme i Danmark lyser stadig op om aftenen den 4150505ulla01.jpg. maj til minde om afslutningen på anden verdenskrig.11190014_1138856619465178_1503597940_n.jpg 100 britiske faldskærmssoldater landede i Kastrup den 5. maj. Soldaterne blev modtaget med jubel i Københavns centrum”.http://www.dr.dk/Nyheder/Billedserier/2015/05/03172838.htm

Nenhum comentário: