Páginas

Translate

mapa

translator

contador

ClustrMaps

ENOBLOGS

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

FAMÍLIA M'BAYA

Introdução

A origem do nome Bagé, reconhecidamente indígena, aproxima-se da “grande família m'baya”, em vários sentidos, especialmente nas suas correlações com minuanos, charruas, Yaros, m'boanes e chanás, tribos que habitaram a região da fronteira, com um território mais ou menos definido, embora modo de vida nômade. O trabalho de Luís Pinto, acentuava essa identificação entre a família m'baya, importante para a história da região de Bagé e municípios circunvizinhos.


Minuanos (etno.) - Ameríndios da grande família m'baya, como os charruas, Yaros, m'boanes e chanás. Viviam em alguns lugares do Uruguai e do Rio Grande do Sul – à margem dos charruas, e na Província de Entre-Rios e parte das de Santa Fé e Corrientes. Caracterizavam-se por viver em pequenos grupos de 40 ou 50 famílias. Os últimos aldeamentos na margem oriental do rio Uruguai, foram localizados junto aos rios Cacequi e Ibicuí, no Rio Grande do Sul, na metade do século XIX. (PINTO. Luís Flodoardo Silva. As Missões Orientais - Epopéia Jesuítica no Sul do Brasil. Porto Alegre: AGE, 2002, p. 125). Disponível em: http://books.google.com.br/books?id=nFffUgi4tj0C&source=gbs_summary_s&cad=0 . Acessado em: 27 de agosto de 2008. Hora: 19:30 h.

Nenhum comentário: